Releases

37ª Expoflora - Resumo do evento e das atrações de 2018

22/08/2018

A Expoflora é a maior exposição de flores e plantas ornamentais da América Latina. Realizado anualmente em Holambra (junção das palavras Holanda, América e Brasil), o evento dá as boas-vindas à primavera e apresenta ao público flores e plantas ornamentais cultivadas por mais de 450 produtores.

Holambra é uma antiga colônia holandesa, com pouco mais de 13 mil habitantes, e concentra quase a metade (45%) da comercialização de flores e de plantas ornamentais do Brasil. Como o próprio nome sugere, a Expoflora é uma exposição, e não uma feira, já que o seu objetivo não é a venda direta de flores no evento, mas fomentar o seu consumo em todo o país. Por isso, os produtores aproveitam a Expoflora para apresentar aos consumidores as novas variedades de flores e de plantas para avaliar a sua aceitação pelo mercado.

Data: de 24 de agosto a 23 de setembro, de sexta-feira a domingo
Horário: das 9h às 19h
Público esperado: cerca de 300 mil visitantes
Área total do parque: 250 mil metros quadrados

Infraestrutura
- Área do parque: 250 mil metros quadrados
- Alimentação: duas praças com 16 lanchonetes e sete restaurantes (de fast-food até comidas nacionais e típicas holandesas)
- Duas confeitarias típicas – Martin Holandesa e Doce de Rosa
- Estacionamento: capacidade para cinco mil veículos em sistema rotativo
- 2 postos médicos
- 220 sanitários
- Fraldário
- Bebedouros com água fresca (dois pontos)
- Equipes de apoio
- Áreas de descanso com bancos à sombra das árvores
- Caixas eletrônicos (2 caixas 24 horas e uma agência do Banco do Brasil)
- Lojas de souvenir
- Vendas: três pavilhões de exposição (Shoppings Vermelho, Verde e Azul), onde podem ser encontrados cerca de 250 estandes com artesanato, produtos industriais e para decoração, além de móveis e de utensílios domésticos.

Atrações fixas:
1) Exposição de arranjos florais

A Exposição de arranjos florais, principal atração da Expoflora, homenageia nesta edição os 70 anos da imigração holandesa no Brasil. Jan Willem van der Boon e Jessica Drost, no comando de uma equipe de 22 pessoas, assinam 14 cenários em uma área de 750 m² que conta, por meio de arranjos florais, a chegada dos holandeses ao Brasil, suas impressões sobre o novo país e as lembranças da Holanda.
Os arranjos trazem as tendências e as novidades em flores e em plantas ornamentais para as estações Primavera-Verão. Para a decoração, os artistas estimam que foram utilizados aproximadamente 2.000 mil vasos de flores e 272 mil hastes de mais de 3.500 variedades de cerca de 350 espécies diferentes.

2) Lançamento de flores e plantas ornamentais
Considerada o “fashion week” das flores, a Expoflora apresenta ao público as flores e as plantas ornamentais cultivadas por mais de 450 produtores, que usam o evento como vitrine para lançar as novas variedades de flores e plantas no mercado, ditando as tendências no paisagismo e na decoração, ao mesmo tempo em que avaliam a aceitação dos produtos pelo consumidor.
Este ano, as novidades são a rosa “Inglesa” (que tem mais de 100 pétalas e que lembra as raras e caras peônias) e a rosa Bluez, com pétalas aveludadas em tom vermelho brilhante por dentro e com o lado externo todo branco. A pelargonium se parece com o gerânio. As Perpétuas são elegantes e resistentes. A Chasmanthe apresenta cores vivas, do amarelo ao vermelho. E os gladíolos, que já contam com 260 variedades disponíveis no mundo, ganham mais duas “irmãs”: a cor de laranja Sunshine e a branca, com flores maiores batizada de Solist.
Destaque para a petúnia “Night Sky” (roxa com pigmentos brancos, remetendo a um céu estrelado), a craspédia (arredondada, com várias florzinhas amarelas), as alstresias (mistura de alstroemérias com frésias), alstroemérias “Jumbo” e “Azul”, a suculenta echevéria na cor chocolate e duas novas variedades de crisântemos (“Lígia” e “Ipanema”).
Há flores de todos os tamanhos, como o lírio gigante “Jovem”, minicallas, minigladíolos, minikalanchoes (em embalagens com a Turma da Mônica para aproximar a criançada das flores) e as miniphalaenopsis em hidropote que duram 12 meses. Para a decoração, estão sendo apresentadas as orquídeas estaqueadas em formato de “coqueirinho” e gipsofilas (mosquitinho) tinturadas em 12 cores.

3) 14ª Mostra de paisagismo e decoração
Sugestões sustentáveis e ideias de decoração reutilizando materiais estão presentes em praticamente todos os 19 ambientes da Mostra de paisagismo e decoração, coordenada pela arquiteta Karina Taccola. Tambores são usados não apenas para o plantio de flores, mas como sofá, porta-garrafas, porta-lenha e luminárias. A madeira de demolição e as cruzetas são utilizadas em móveis, decks, pergolados e pisos. Objetos antigos e de família integram harmoniosamente a decoração. Plantas de baixa manutenção, que exigem pouca rega, têm a preferência dos paisagistas em época de tempo seco.
“Do it yourself” ou “Faça você mesmo” já é tendência na decoração. Tudo para aproximar as pessoas da natureza e incentivá-las a levar mais flores e plantas para os ambientes de suas residências, aumentando os momentos de relaxamento, de contemplação e estimulando o convívio com familiares e amigos.

4) Parada das flores
Todos os dias, as 16h, o público acompanha a Parada das flores, um desfile de carros decorados com flores que leva visitantes pelas alamedas da parque até o local onde é acontece a Chuva de pétalas. Este ano, também homenageando os 79 anos da imigração, os carros trazem manequins de holandeses com trajes típicos em meio a campos de flores e símbolos dos Países Baixos, como moinhos e bicicletas. Decorados com rosas, girassóis, orquídeas, crisântemos, antúrios, kalanchoes, entre outras flores, e muitas folhagens, em lindos arranjos produzidos pela designer floral Stans Scheltinga

5) Chuva de pétalas
Entre todas as atrações, esta é uma das que mais emociona os visitantes. Para realizá-la são utilizados, aproximadamente, em cada espetáculo, 150 quilos de pétalas coloridas, que correspondem a 800 dúzias ou 18 mil botões de rosas despetalados um a um. As pétalas são lançadas ao ar por um equipamento especial sobre a multidão. Diz a lenda que quem pega uma pétala no ar, antes que ela toque o chão, tem seu desejo realizado. A Chuva de pétalas acontece pontualmente às 16h30.

6) Shopping das Flores
Imagine lugar com dezenas de prateleiras e de bancadas onde o público pode escolher e adquirir mais de 3.500 variedades de aproximadamente 350 espécies de flores e plantas ornamentais da melhor qualidade. O Shopping das Flores da Expoflora pode ser acessado tanto na entrada quanto na saída do evento. Numa área de 3.300 m² estão à disposição para serem levadas para casa a maior parte das flores e plantas cultivadas pelos mais de 450 produtores de Holambra.

7) Gastronomia
Os mais de 300 mil turistas que todos os anos visitam a Expoflora já sabem: tem sempre uma receita nova para ser apreciada nos restaurantes e nas confeitarias. Entre as novidades gastronômicas este ano está a “Salada de flores” com endívias e vinagrete de framboesa - receita do chef Pablo Schoenmaker do Casa Bela Restaurante.
O prato poderá ser harmonizado com o vinho “Pétalas”, da linha “Tempos”, lançamento da Vinícola Góes na Expoflora e produzido com uvas Cabernet Franc cultivadas em São Roque. Trata-se de um rosé fino seco com notas frutadas, especialmente de cereja, morango e mamão, com leves toques florais. Seu sabor é cremoso, de acidez equilibrada e prolongada persistência. Como sobremesa, o Casa Bela apresenta a tortinha “Lemon Curd”, com massa de amêndoas recheada com creme de limão siciliano e coberta com chantilly.
Outra novidade é o “Martin pork” (cotovelo de porco holandês) com molho de mostarda - da Martin Holandesa Confeitaria e Restaurante, que traz também o “Lentebloem” (flor da primavera). O doce, criação do chef Frank Martin Gerritsen, consiste em creme de amêndoas com mousse de creme de leite sabor morango, com cobertura de morangos e chantilly frescos.
A Confeitaria Doce de Rosas também inovou e apresenta o “Frambozem geak” (doce de framboesa), com base crocante com marzipã, recheado com geleia de framboesa e cobertura de chocolate branco. As receitas estão disponíveis no site www.ateliedanoticia.com.br.

8) Passeio turístico
O city tour realizado por Holambra apresenta os aspectos da história e da arquitetura da ex-colônia holandesa no Brasil. O passeio inclui a visita ao Moinho de Vento em tamanho natural e a um campo de flores. O passeio custa R$ 25,00 e as saídas acontecem a cada 15 minutos.

9) Danças Típicas Holandesas
Diariamente, a partir das 14h30, os grupos de danças típicas apresentam-se nos quatro palcos do recinto. O grupo de dança de Holambra é o único no mundo a reunir coreografias de distintas regiões da Holanda, graças a um intenso trabalho de pesquisa realizado pelo professor Piet Schoenmaker. Os integrantes, de acordo com a idade, são divididos em grupos que têm nomes de flores, escolhidos pelas próprias crianças. As danças são inspiradas na natureza (dança da chuva, do pica-pau e a polca no gelo, que lembra a patinação), em profissões e ofícios (sapateiro, lavadeiras, marinheiro, bombeamento de água, preparação da cerveja), nas colheitas (carregador de feijão, cevada madura) ou mesmo em histórias sobre a origem e as tradições do povo holandês, representadas por meio de valsas, marchas, mazurcas e o schots (que virou xote).

10) Dança pela paz mundial
Ao final da Chuva, o público é convidado pelo professor de danças holandesas e circulares, Piet Schoenmaker, a dançar pela paz mundial. Utilizando as técnicas da dança circular e sob o som do Himno de la Paz (Hino da Paz, de Ricardo Bustamante), eles aproveitam a energia do momento para “espalhar” paz pela Terra.

11) Entretenimento
Nos cinco palcos instalados próximos às praças de alimentação (Rosas, Lírios, Petúnias, Íris e Tulipas) são realizadas apresentações de grupos de danças holandesas (todos os dias), de dança do ventre e shows da Fanfarra Amigos de Holambra, sempre a partir das 14h (sábado, domingo e no feriado). Formada por 70 integrantes, os diferenciais dessa fanfarra são o uso dos tamancos de madeira como instrumento de percussão e os trajes típicos holandeses.
A música está presente, ainda, no happy hour, aos sábados, das 17h às 19h, na praça da alimentação do Palco das Rosas, animado pela Banda Me Gusta, que apresenta ritmos variados.
Aos sábados e aos domingos, das 13h às 14h, no palco das Rosas, as designers florais Leo Mendes e Tânia Santos, da Escola Itinerante de Formação de Floristas, fazem demonstrações de como produzir pequenos arranjos para presentear os amigos ou decorar a casa e oferecem dicas de como cuidar de flores e de plantas. Este ano elas terão a companhia de Priscila Drag, humorista de Campinas que contracenará com as floristas com descontração e humor, convidando o público a participar e a interagir da apresentação. Danças do ventre, danças típicas alemãs, austríacas, italianas e portuguesas são apresentadas em dias alternados, numa integração entre os países.

12) Museu Histórico Cultural de Holambra
Durante a Expoflora, o Museu de Holambra é integrado ao parque para também ser visitado pelos turistas sem a cobrança de um novo ingresso. Ali é guardada toda a história da imigração e da formação da colônia holandesa no Brasil. Seu acervo conta com cerca de duas mil fotos e utensílios trazidos ou utilizados pelos primeiros imigrantes. Ao lado do Museu os turistas podem conhecer réplicas das casas de pau a pique e de alvenaria devidamente mobiliadas, como eram habitadas pelos pioneiros, além de uma exposição de maquinários e de tratores antigos.

13) Compras
Estão à venda souvenirs holandeses, só encontrados em Holambra, como as cerâmicas azuis de Delft, artesanato, moda e decoração. São muitas as opções para presentear e levar um pedacinho da Holambra para casa. São três shoppings (Verde, Vermelho e Azul) com cerca de 250 estandes para a comercialização de artesanato, produtos industriais e para decoração, além de móveis e utensílios domésticos, roupas e calçados. A Casa Bela Decoração terá camisetas, copos, taças, bolsas e sacolas e quadros decorativos em comemoração aos 70 anos da imigração holandesa.

15) Outras atrações
Parque de diversões e minissítio.

Sustentabilidade
Cada vez mais conceitos, propostas e ações de sustentabilidade permeiam o evento. Na Mostra de paisagismo e decoração, praticamente todos os ambientes trazem dicas e informações para o público. Na manutenção dos canteiros, a utilização de um gel especial que garante a umidade necessária para as plantas e as flores contribui para a redução do consumo de água em até 50%. O lixo é mandado para reciclagem e, este ano, o parque da Expoflora começou a produzir a própria energia consumida.

Para a produção da energia elétrica, foram instalados 600 painéis fotovoltaicos pela empresa Tulipa Solares no telhado do Shopping das Flores, na entrada de visitantes. Os painéis convertem a energia do sol em energia elétrica por meio de células fotovoltaicas, produzindo 26 mil kWh por mês, o que equivale ao consumo mensal de 100 casas de tamanho médio (dois dormitórios). Embora apenas a realização da Expoflora consume 60% de toda a energia produzida por esse sistema, a partir de outubro o sistema ficará superavitário e permitirá que o excedente se transforme numa espécie de “crédito de energia” para ser usado ao longo dos anos em outros eventos realizados no parque, como o Enflor, a Hortitec e as festas de formaturas.

Serviço:
37ª Expoflora
Localização: Holambra/SP
Data: 24 de agosto a 23 de setembro (de sexta a domingo)
Horário: das 9h às 19h
Ingressos: R$ 48,00 na bilheteria e no site www.ingressorapido.com.br
Patrocínio: Coca-Cola Femsa Brasil, Água Mineral Crystal, Amstel e Ultragaz e apoio do Banco do Brasil e da Prefeitura Municipal da Estância Turística de Holambra.
Informações para o público: (19) 3802-1499

Ateliê da Notícia
Jornalista responsável: Vera Longuini

Cel (19) 9 9771-6735 - Vivo
Atendimento: Gabriel Gaudio e Tamires Ávila
Redação: (19) 3252-9385 – (19) 9 8840-6735
Às sextas, sábados e domingos: (19) 3802-2924
redacao@ateliedanoticia.com.br
www.ateliedanoticia.com.br

(19) 3252.9385

Ateliê da Notícia - Jornalistas responsáveis: Vera Longuini
Telefone: 19 3252-9385 | Celular: 19 99771-6735
Rua Mogi Guaçu, 1657, Sala 6 | Jardim Flamboyant | Campinas – SP | CEP -13091-103
redacao@[null]ateliedanoticia.com.br

Criação e Desenvolvimento Princi Agência Web